Exposição coletiva realizada no Museu da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul no ano de 2013, na cidade de Porto Alegre-RS.

O Jardim do Rei, uma visão poética da História Natural de Buffon. O título se refere ao “Jardim do Rei”, em Paris, onde Georges Louis Leclerc (1707 – 1788), Conde de Buffon foi intendente. O início foi uma troca afetiva em oficina desenvolvida no Atelier Livre Xico Stockinger sob a orientação da artista Ana Flávia Baldisserotto. Folhas com reproduções de plantas e animais de edição recente do livro “História natural geral e particular” de Buffon ilustrado no século XVIII,foram oferecidas por Silvia Livi. Cada um escolheu a folha do livro a partir da qual iria desenvolver seu trabalho. O processo se desenrolou nas oficinas nos semestres seguintes, durante dois anos e meio ganhando novas adesões e gerando um conjunto de trabalhos que surpreendem por sua diversidade de abordagens, delicadeza poética e inventividade. Surgiu então o desejo de mostrá-los e o Museu de Ciências Naturais da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul acolheu o desejo do grupo em compartilhar sua pesquisa artística de modo a evidenciar os laços com o famoso naturalista. Buffon, que reuniu uma imensa coleção de espécimes zoológicos, botânicos, e de material da pesquisa geológica, biológica, paleontológica e mineralógica no Jardim do Rei, que na República se transformou no Museu Nacional de História Natural, em Paris. Além de apresentar uma leitura poética da obra de Buffon, a exposição ofereceu a oportunidade de apreciar exemplares históricos que fazem parte do acervo da biblioteca da Fundação Zoobotânica. Foi feito levantamento, recuperação e estudo dos exemplares dos livros de Buffon pertencentes à instituição, pela equipe da biblioteca e por integrantes do grupo. Um vídeo, com todas as ilustrações de um dos livros, ficou continuamente em exposição, garantindo a que se pudesse ver o conteúdo sem prejudicar o raro exemplar. O projeto levou a uma integração entre arte e ciências naturais. “O Jardim do Rei, uma visão poética da História Natural de Buffon” fez parte da 11a semana de Museus do IBRAM e permaneceu na sala Dr. Willibaldo Thomé no Museu de Ciências Naturais da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, Rua Dr. Salvador França, 1427, Bairro Jardim Botânico, Porto Alegre. Visitação: de 29 de abril a 30 de julho de 2013, de terça a domingo das 10 às 12h e das 13 às 17h. Silvia Livi (que trouxe a enciclopédia da Alemanha, e propôs todo o projeto) Artistas participantes deste projeto: ANA FLÁVIA BALDISSEROTTO (orientação), SILVIA LIVI (proposição do projeto), BETINA BORNE, CARLOS ZART, CLAUDIA DE MENEZES, EDA DA CUNHA PINTO, ELIANE BRUÉL, ELISA TESSELER, ENEIDA STRÖHER, MARIA HELENA CONSTANTINO, MARIHÊ, MARINÊS SPAGNOL, NECA SPARTA, NEIDE C PINTO, RACHEL FONTOURA, ROGERIO LIVI, SELIR STRALIOTTO, TAÍS BRUCK DE FREITAS, TATIANA MIGOWSKI

Reunião do grupo de trabalho do Jardim do Rei.

Neide C Pinto. Caderno de História Natural Bordado. Bordados sobre tecido de linho. 30 x 21 cm cada página. 2013.

Detalhe do trabalho.

Detalhe do trabalho.

Detalhe do trabalho.

Fotografia da exposição.

Enciclopédia de História Natural de Jean Louis Leclerc, Conde de Buffon.

Enciclopédia de História Natural de Buffon, exemplar antigo pertencente à Biblioteca da Fundação Zoobotânica.

Gravura da Enciclopédia da Biblioteca da Fundação Zoobotânica.

Grupo de trabalho do Jardim do Rei na abertura da exposição.

Abertura da exposição.

Visitas na exposição.

Visão geral da exposição.

Fotografia da exposição.

Fotografia da exposição.

Fotografia da exposição.

Visitas à exposição.

Visita de alunos de uma escola da cidade à exposição.

O Jardim do Rei uma conversa dos artistas no Café com Arte, atividade promovida pelo CAL - Comitê de Arte Livre, no Atelier Livre de Porto Alegre.

VIII Prêmio Açorianos de Artes Plásticas - Prêmio Especial do Júri concedido ao Jardim do Rei no ano de 2014.

Catálogo do Prêmio Açoriano de Artes Plásticas.

Catálogo do Prêmio Açoriano de Artes Plásticas.

Catálogo do Prêmio Açoriano de Artes Plásticas.