Exposição individual realizada na galeria do 4º andar da Usina do Gasômetro em Porto Alegre, RS, no ano de 2008.

Amigos na abertura da exposição.

Encarnada 003. Fotografia. 40 x 55 cm. 2008.

Encarnada 004. Fotografia. 40 x 55 cm. 2008. “Eis a prova de que monstros da mais espantosa variedade habitam os mais cândidos objetos. Aguardam apenas o olhar que os desvende”.

Encarnada 005. Fotografia. 40 x 55 cm. 2008.

Encarnada 006, Fotografia. 35 x 20 cm. 2008.

Encarnada 010. Fotografia. 35 x 20 cm. 2008.

Encarnada 011. Fotografia. 65 x 50 cm. 2008.

Encarnada 013. 75 x 60 cm. 2008.

Encarnada. Fotografia. 60 x 75 cm. 2008. Quanto carinho é preciso para que a imagem se torne uma ponte, suspensão do verbo, livre deleite entre duas insuportáveis ‘firmezas’?”

Amigos na abertura da exposição.

Amigos na abertura da exposição.

Encarnada. Fotografia. 95 x 80 cm. 2007. “de modo que a matéria de que é feito o mundo é vasta, tão vasta, quanto seu ponto de partida, que não é o que vemos, mas o que intuímos”.

Encarnada 015. Fotografia. 70 x 85 cm. 2008. “...no início era o verbo. E o verbo se fez carne. Encarnado está”.